Podcasts de história

“A Vontade do Povo” foi referida como “terrorista” por seus contemporâneos?

“A Vontade do Povo” foi referida como “terrorista” por seus contemporâneos?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Narodnaya Volya (A Vontade do Povo) foi a organização responsável pelo assassinato do czar Alexandre II em março de 1881. Há alguma evidência (de preferência fontes online) que apontam para a ideia de que a organização foi chamada de "terrorista" por seus contemporâneos?


Sim, Alexander Ulyanov foi um dos líderes da fração terrorista da Vontade do Povo.

Após o assassinato fracassado de Alexandre III, ele se declarou culpado de conspirar para participar de um grupo terrorista. Ulyanov também foi um dos autores do programa da fração terrorista.

O material do tribunal e todo o programa foram posteriormente publicados no livro por sua irmã: Ulyanova-Elizarova A. I. "Alexander Ulyanov e o caso de 1 de março de 1887" (Ульянова-Елизарова А. И. Александр Ильич Ульянов и дело 1 марта 1887 г., parcialmente disponível online).

De seu testemunho:

Я признаю свою виновность в том, что принадлежа к террористической фракции партии "Народной воли", принимал участие в замыслах лишить жизни Государя Императора.

Eu me declaro culpado de que eu, sendo um membro da fração terrorista da "Vontade do Povo", participei dos planos para tirar a vida do Imperador Soberano.

Do Programa (Ulyanov gravou esta versão de um programa de sua própria memória enquanto estava na prisão):

... когда у интеллигенции была отнята возможность мирной борьбы за свои идеалы и закрыт доступ ко всякой форме оппозиционной деятельности, то она вынуждена была прибегнуть к форме борьбы, указанной правительством, т.е. к террору.
Террор есть, таким образом, столкновение правительства с интеллигенцией, у которой отнимается возможность мирного, культурного воздействия на общественную жизнь ...

… Quando a intelectualidade foi privada da possibilidade de uma luta pacífica pelos seus ideais e o acesso a qualquer forma de atividade da oposição foi encerrada, foi forçada a recorrer à forma de luta indicada pelo governo, ou seja, o terror.
O terror é, portanto, um choque entre a intelligentsia e o governo, que tirou a possibilidade de um impacto pacífico e culto na vida pública ...

Portanto, pelo menos alguns membros da "Vontade do Povo" se identificaram como terroristas e aceitaram os atos terroristas como um meio apropriado de luta política.